Teve, por Unidade mobilizadora, o Regimento de Artilharia Ligeira 1, de Lisboa. Constituído por três Companhias operacionais e uma de comando e serviços - C.ART 738, C.ART 739, C.ART 740 e CCS - desembarcou em Luanda no dia 18 de Janeiro de 1965. Regressou à Metrópole em 1967, aportando ao cais da Rocha do Conde de Óbidos a 9 de Março

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

JORNAL DO BART

Comemoramos, este ano, o 42º. aniversário do nosso regresso, realizando, pela 23ª. vez, um almoço-convívio.

Ao longo dos anos e por mais do que uma vez, procurámos alguém que nos quisesse susbtituir na organização dos convívios.

Não houve voluntários. Todos nos diziam que assim estava excelente e que continuássemos. Acabámos por nos habituar e, em boa verdade, custar-nos-ia, hoje, passar sem todo este trabalho, sem toda esta azáfama. Prometemos a nós mesmos realizar sempre esta tarefa enquanto tivéssemos saúde para tal.

Felizmente e àparte pequenos problemas, não temos tido grandes razões de queixa. E, por isso, aqui estamos de novo, mais uma vez e com a vontade de sempre, a realizar mais um convívio.

A organização regressa, este ano, às Caldas das Rainha.

Decorria, ainda, o mês de Dezembro e recebemos uma carta, através da qual tomámos conhecimento de que o sr. Horácio, que foi o dono de “O Aviário”, havia criado este “Salão Milénio”. Contactámo-lo e foi-nos prometido um serviço de muita qualidade, razão pela qual acabámos por marcar a realização do convívio neste novo espaço.

Tivemos, mais tarde, vários contactos de camaradas nossos com indicações de espaços agradáveis (por curiosidade, referimos o Restaurante da Ponte d’Asseca, que reabriu, remodelado), mas, em virtude do nosso anterior compromisso, não pudemos aceitar as sugestões.

As indicações ficam registadas. Em anos futuros, tendo sempre em conta a nossa preocupação de diversificação, não deixaremos de considerar convenientemente todas as sugestões comunicadas.

Extracto do JORNAL DO BART


1 comentário:

Alturense disse...

Pelo que me diz respeito, a escolha é excelente, no que se refere à localização, já que não conheço o restaurante.

(Em boa verdade, embora reconheça que é mais agradável usufruirmos de um bom serviço, o mais importante é o convívio.)

Residindo a maior parte do tempo no Algarve, dificilmente compareço a reuniões a norte de Coimbra.

Não tendo a ainda certeza, espero comparecer este ano.

Espero que o Silva Pereira tenha disponibilidade para continuar a encarregar-se desta tarefa, que tem realizado a contento de todos.

Um abraço do

Carlos Ribeiro da Fonseca (CART 738)