Teve, por Unidade mobilizadora, o Regimento de Artilharia Ligeira 1, de Lisboa. Constituído por três Companhias operacionais e uma de comando e serviços - C.ART 738, C.ART 739, C.ART 740 e CCS - desembarcou em Luanda no dia 18 de Janeiro de 1965. Regressou à Metrópole em 1967, aportando ao cais da Rocha do Conde de Óbidos a 9 de Março.

domingo, 22 de março de 2009

Arquivo de memórias

Quando decidi criar este blogue, foi com a intenção de fazer dele um arquivo de memórias.

E isto, por duas razões. A primeira, para que se não perdessem, com o passar do tempo, alguns factos, pequenas histórias, anedotas, aventuras, mais ou menos picarescas, acontecidas nos dois anos da nossa comissão. Todos temos, não tenho dúvidas, recordações que gostávamos de contar e, nessa certeza, fundamentei a minha decisão. Continuo a acreditar na colaboração de todos. E não interessa se muita, se pouca. Toda a que vier será bem acolhida.

A segunda razão foi pretender dar pública conta e, ao mesmo tempo, deixar para a posteridade, nomes e fotografias que, porventura, possam, um dia, permitir que outros venham a conhecer-nos melhor e a saber como foi a nossa juventude, descobrindo, acerca de alguém, quiçá familiar longínquo, dentre estes posts e comentários, algo de que nunca tiveram conhecimento.

Pensei iniciar, hoje, uma galeria dedicada aos Camaradas que já faleceram. Não só aqueles que tombaram em terras de Angola, mas também todos quantos nos deixaram já depois do nosso regresso. Alguns, mesmo, que estiveram presentes nas nossas confraternizações e que, com a maior das tristezas, nunca mais reencontraremos.

Sem preocupações sequenciais, procurarei fazer um registo tão exaustivo quanto possível. Como é evidente – pelo menos para mim – começarei pelo “Palhaço”.  

Sem comentários: