Teve, por Unidade mobilizadora, o Regimento de Artilharia Ligeira 1, de Lisboa. Constituído por três Companhias operacionais e uma de comando e serviços - C.ART 738, C.ART 739, C.ART 740 e CCS - desembarcou em Luanda no dia 18 de Janeiro de 1965. Regressou à Metrópole em 1967, aportando ao cais da Rocha do Conde de Óbidos a 9 de Março.

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Marcel Bigeard

Interrompo, aqui, por breve momento, a sequência dos postais sobre o BArt 741 para uma rápida referência ao falecimento, no passado dia 18, do Tenente-General Marcel Bigeard, verdadeira lenda do Exército Francês. Tinha 94 anos de idade e um breve resumo da sua vida pode ser lido aqui.
Lembro-me, embora não muito claramente, do seu nome nas numerossas notícias sobre a Guerra da Argélia, sobretudo a partir de 1958. Mas foi, salvo erro, em 1964, com a leitura de "A Batalha de Dien Bien Phu" de Jules Roy, numa tradução do Ten-Cel A.G. Pastor Fernandes editada pela Bertrand, que verdadeiramente tomei conhecimento dessa extraordinária figura de militar. Prestava, então, serviço no R.I. 8, de Braga e aquela obra - que ainda guardo, como relíquia, na minha pequena biblioteca - foi, desde então, um dos meus livros de cabeceira (a par da "Fábrica de Oficiais", de Kirst). A minha admiração por Marcel Bigeard era de tal monta que lhe imitei o modo de usar a boina, chegando ao extremo de comprar um camuflado francês,que, presumo, terá sido usado na Argélia.
Mais um Herói da minha juventude que desaparece...
VETERANO

1 comentário:

HNO disse...

Caro Senhor,
Obrigado por mais esta divulgação a esse homem ímpar e extraordinário cuja morte, por cá, quase passou despercebida e onde não o foi foi apenas para se falar das "torturas" na Argélia.
Uma vez mais lhe agradeço a referência, o "link" e a visita.
Os melhores cumprimentos e continuação do bom trabalho em prol dos nossos combatentes do Ultramar.