Teve, por Unidade mobilizadora, o Regimento de Artilharia Ligeira 1, de Lisboa. Constituído por três Companhias operacionais e uma de comando e serviços - C.ART 738, C.ART 739, C.ART 740 e CCS - desembarcou em Luanda no dia 18 de Janeiro de 1965. Regressou à Metrópole em 1967, aportando ao cais da Rocha do Conde de Óbidos a 9 de Março.

quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

AS NOSSAS CONFRATERNIZAÇÕES

No editorial do “Jornal do Bart” de 2007 surgiu uma referência ao que se julgava terem sido os primeiros convívios de elementos do Bart 741. Nela se dizia que, em fins dos anos sessenta, um pequeno grupo de camaradas, quase todos, senão mesmo todos, da Cart 739, começara a reunir-se, pelo menos uma vez por ano, num restaurante dos arredores do Porto. 

A referência não correspondia à realidade, porquanto, por iniciativa de camaradas residentes em Lisboa, havia sido organizado um jantar comemorativo do 1º. Aniversário da chegada do Batalhão, sendo este, inequivocamente, o mais antigo evento registado. Quem alertou para a circunstância foi o Jorge Rafael (Cart739), que remeteu para o organizador uma fotografia desse jantar, a qual me permito reproduzir, aqui no “blog”, mas noutro “post”. 

Sob reserva de estar enganado – e se assim é, solicito que me corrijam – estes convívios não tiveram grande regularidade até à altura em que um outro grupo de camaradas deu início a uma série de confraternizações, na Ponte d’Asseca, nos arredores de Santarém. 

Desde então, em vários locais do País, privilegiando, todavia a zona centro, organizaram-se, anualmente, reuniões de confraternização do nosso Batalhão. 

O ano em curso, 2009, não será excepção. O 23º. almoço-convívio, comemorando o 42º. Aniversário do nosso regresso, realizar-se-á nas Caldas da Rainha, mais propriamente no Salão Milénio, anexo ao Caldas Internacional Hotel, no próximo dia 7 de Março.  Dentro em breve começarão a ser expedidas as cartas-convite com mais pormenores, bem como o habitual “Jornal do Bart”.

Sem comentários: